O uso de fios de sustentação é um procedimento cosmético que oferece uma alternativa minimamente invasiva à cirurgia de lifting facial.

 

Afinal, até recentemente, a única maneira de resolver problemas causados ​​pela flacidez da pele facial era a cirurgia de lifting facial. 

 

É claro que, em alguns casos, sua indicação é maior. Mas a boa notícia é o que o uso dos fios de sustentação é uma alternativa bastante interessante e com resultados incríveis para quem deseja um rejuvenescimento facial.

 

Para saber mais sobre este procedimento, preparei um artigo completo. É só seguir a leitura e conferir!

 

O que são fios de sustentação?

Um fio de sustentação é um tipo de procedimento em que suturas temporárias que se usa para produzir um efeito de lifting na pele. 

 

Quando posicionados adequadamente, eles dão ao seu rosto uma aparência mais elevada e tonificada, especialmente ao redor da face inferior e das mandíbulas. 

 

Além de serem ideais para levantar o tecido, os fios combatem o envelhecimento de outra forma: provocando a reconstituição tecidual do corpo e fazendo com se direcione grandes ondas de colágeno para as áreas tratadas. 

 

Isso é importante por causa do papel vital que o colágeno desempenha no processo de envelhecimento.

 

Leia também::: O que são os Bioestimuladores de colágeno?

 

O papel do colágeno

À medida que envelhecemos, nossos corpos gradualmente produzem cada vez menos colágeno, o que leva a uma redução de 80% na espessura da pele por volta dos 70 anos. 

 

Essa perda de volume e força é um grande fator na criação de excesso de pele e rugas. À medida que a pele fica mais fraca, não é mais capaz de suportar adequadamente os tecidos abaixo dela, o que significa que a gravidade a puxa para baixo e a estica. 

 

Dar à pele do rosto com colágeno renovado quando os sinais de flacidez da pele ainda são leves pode ajudar a reduzir esse efeito caído e o surgimento de rugas.

 

Em outras palavras, esse processo proporciona um rejuvenescimento contínuo e progressivo dos tecidos faciais. 

 

Os pacientes que fazem o lifting facial com fios de sustentação com o objetivo de estimular o colágeno notarão uma melhora gradual no tom e na firmeza da pele. 

 

Os fios de sustentação

Os fios de sustentação são feitos de PDO (polidioxanona), uma substância que é naturalmente absorvida pelo nosso corpo ao longo do tempo e seu uso “liso” é muito recorrente para fazer suturas em cirurgias internas como a bariátrica, de estômago, intestino, coração etc.

 

A revolução do uso desse produto se deu quando o seu criador, o Dr. Kwon Han Jin, decidiu farpar esse fio para que ele conseguisse fechar feridas de soldados em guerra.

 

Com o passar do tempo, o médico percebeu que as feridas fechadas com essa substância, acabavam por ter cicatrizes menores, ou então mais bonitas esteticamente.

 

Foi assim que, a partir de 2016, e muito estudo, seu uso se tornou popular na pele do rosto. Portanto, o fio de PDO é um fio absorvível disponível de duas formas: liso ou farpado, nos mais diversos tamanhos.

 

Por outro lado, os fios lisos são os que atuam de forma mais superficial, apenas estimulando a produção de colágeno e melhorando a qualidade da pele.

 

Já os fios farpados, além de apresentarem um efeito rejuvenescedor, são capazes de promover uma suspensão dos tecidos caídos. Neste caso, como se fosse o lifting, sendo tão eficiente quanto um procedimento cirúrgico.

 

Como é feito o procedimento?

No caso dos fios farpados, o método consiste na introdução de pequenas agulhas que servem para posicionar o fio debaixo da pele. A sua retirada acompanha a tração do fio que se ergue imediatamente.

 

Entretanto, quando é feita a aplicação de fios lisos para estimular o colágeno, a sua introdução é feita em diversas direções, construindo uma rede, que será substituída por colágeno através da absorção dos fios.

 

A utilização dos fios de PDO se indica para casos de flacidez leve a moderada. Principalmente quando as marcas ou rugas estão começando a sua formação e se tornando visíveis.

 

Uma boa indicação é iniciar o seu uso entre os 35 e 40 anos de idade. Afinal, é nessa fase que a produção de colágeno está em decrescimento e as rugas costumam começar a sua formação.

 

Além disso, um bom uso dos fios de PDO pode ser na prevenção e tratamento do bigode chinês, nas rugas da boca, como a marionete, nos olhos nos pés de galinha, pálpebras, na testa e também se utiliza para quem busca o efeito “fox eyes”.

 

Leia também::: Como fazer o botox durar mais?  

 

Busque sua melhor versão

Como acompanhou, o lifting facial da face com fios de sustentação é um procedimento bastante interessante e inovador, e que proporciona resultados incríveis.

 

Mas além deste procedimento, outros que se indicam para o rejuvenescimento são a bichectomia, a blefaroplastia e o lifting de sobrancelha.

 

Por fim, espero que tenha compreendido como funcionam os fios de sustentação para o lifting facial e, para mais dicas e informações sobre cirurgia plástica e cosmiatria, siga também minhas redes sociais. Estou no Youtube, Instagram e Facebook!